De Lancaster a Perth, passamos algum tempo com nosso próprio desenvolvedor sênior de sede, Andrew Nicols

Moodlers, o sucesso do nosso projeto de código-fonte aberto Moodle tem sido dependente de muitas pessoas, desde os membros da nossa equipe do Moodle HQ até a comunidade global de usuários, apoiadores e advogados do Moodle e até nossos parceiros Moodle que são provedores de serviços certificados.

A razão pela qual criamos o Moodlers Monday é tentar conhecer mais as pessoas nos bastidores que tornam o Moodle mais acessível e poderoso. Se você perdeu essas postagens de entrevista com a Moodlers em todo o mundo, confira nossas postagens recentes no blog.

Moodlers Monday nos ajuda a compartilhar o trabalho de nossos colegas Moodlers e inspirar outras pessoas com histórias de como eles usam criativa e inovadoramente nossa plataforma!

Nesta semana, estamos conversando com nosso próprio desenvolvedor sênior, Andrew Nicols, sobre o papel que ele desempenha no QG do Moodle no avanço de nossa missão de capacitar educadores para melhorar nosso mundo.

Vamos ver como é um dia na vida de um desenvolvedor de Moodle HQ!

Sede do Moodle: Obrigado por reservar um tempo para conversar conosco hoje, Andrew. Vamos começar com você nos contando sobre você e seu papel no Moodle.

Andrew: Oi pessoal. Mudei-me para Perth há cinco anos para trabalhar na sede do Moodle. Agora moro nas colinas de Perth com minha esposa, nosso gato Arthur e nosso weiro Woodstock. Também temos dois cavalos, Coolie e Henry, que moram na propriedade dos pais da minha esposa.

Antes de me mudar para Perth, morei em Lancaster, no noroeste da Inglaterra, por dez anos, onde trabalhei em diversas funções de desenvolvedor, principalmente em software educacional.

Passo muito do meu tempo livre com nossos cavalos, seja acampando em eventos, sendo um noivo obediente ou ajudando em qualquer lugar. Agora sou um juiz qualificado do Show Jumping e gostaria de entrar no projeto do Show Jump Course nos próximos anos.

Moodle HQ: Você é membro da equipe do Moodle HQ há mais de 5 anos. O que inicialmente o atraiu para participar do Moodle HQ?

Andrew: Eu uso o Moodle de uma maneira ou de outra há quase onze anos, mas só o desenvolvo ativamente há cerca de nove anos. Comecei a me envolver realmente com o projeto e a contribuir com os principais recursos principais, como o Activity Chooser. Tornei-me o líder do componente JavaScript e tentei melhorar a maneira como escrevemos nosso JS.

Eu sempre gostei muito da ideia de que o Moodle é de código aberto e é amplamente adotado por muitas instituições. Sinto-me fortemente em relação às responsabilidades sociais, portanto, poder melhorar um projeto comunitário tão grande e ajudar seus muitos usuários em uma capacidade profissional é uma coisa realmente capacitadora para poder fazer.

Quando fui abordado sobre o trabalho no Moodle, fiquei realmente empolgado. Adoro poder retribuir à comunidade de várias maneiras diferentes e sinto-me privilegiado por poder fazê-lo como parte do meu trabalho diário. Eu sempre quis morar nos Antipodes, e quando a oportunidade veio, eu pulei nela.

Tendo trabalhado como membro da comunidade e agora para o QG do Moodle, é interessante ver as várias maneiras diferentes pelas quais as pessoas usam o Moodle e como elas resolvem seus muitos desafios de várias maneiras. Essa experiência do mundo real de usar e dar suporte ao Moodle em um ambiente profissional (uma universidade) também me ajuda a ver os diferentes requisitos que alguns de nossos usuários têm.

Moodle HQ: No seu papel de desenvolvedor / integrador de analistas sênior do Moodle HQ, você deve fazer parte de alguns projetos interessantes do Moodle. Quais são alguns dos destaques destacados?

Andrew: Essa é difícil. Trabalhei em muitos projetos ao longo do meu tempo aqui no Moodle e alguns realmente se destacam, enquanto outros parecem ser um projeto constante que nunca termina. Sou o líder dos componentes do Fórum - é uma das partes mais antigas do Moodle e há muitos pequenos ajustes nos quais pude trabalhar para aprimorá-lo para os usuários.

Algumas das mudanças que fazemos são muito fáceis de implementar, mas fazem uma enorme diferença. Esses estão entre os mais satisfatórios.

Também tive a oportunidade de trabalhar na funcionalidade de User Tours no Moodle há alguns anos. Embora nossa implementação ainda seja relativamente imatura, acho que ela se tornará cada vez mais útil e importante nos próximos anos. Também tive um feedback muito positivo sobre o recurso.

Sede do Moodle: Atualmente, você faz parte da equipe que trabalha para apoiar a conformidade com o GDPR nos sites Moodle. Você pode descrever seu papel nesse processo e por que o GDPR é um tópico tão importante no momento?

Andrew: Estou trabalhando no projeto GDPR há algum tempo. Inicialmente, minha função era mais consultora, o que levou a um papel de arquiteto e líder de equipe. Estou realmente satisfeito com a solução que minha equipe criou.

Eu acho que a privacidade tem sido um tema muito quente há vários anos, e o nível de exposição que temos agora nas mídias sociais realmente colocou isso em destaque. A web já existe há muito tempo, mas à medida que amadurece e colocamos mais e mais dados no mercado, é algo que realmente precisamos considerar.

O GDPR é realmente apenas a ponta do iceberg e eu suspeito que veremos outros países cumprirem legislação semelhante. É um momento interessante para trabalhar em campo, e eu me pergunto como isso afetará a maneira como a tecnologia interage conosco.

(Nota: você pode descobrir mais sobre o plano e abordagem GDPR do Moodle em mais uma das postagens do nosso artigo)

Moodle HQ: Como você sabe, a comunidade do Moodle não se limita apenas a nós aqui no Moodle HQ.
Temos Moodlers em todo o mundo!

Para desenvolvedores aspirantes ou Moodlers que desejam contribuir com nosso projeto de código aberto, que conselho você daria a eles?

Andrew: Se você quiser se envolver com o lado de desenvolvimento do Moodle, recomendo encontrar algo que você realmente deseja fazer - uma alteração ou um novo recurso que realmente lhe interesse. É muito mais fácil entender como as coisas se encaixam se você tiver um projeto que o mantenha interessado e o exponha a muitos dos problemas que enfrentamos.

(Nota: Deseja idéias sobre como contribuir com o Moodle? Confira nossas sugestões em nosso site da comunidade.)

Obrigado por reservar um tempo para conversar conosco hoje, Andrew.

Você é ou conhece algum Moodler que está fazendo coisas notáveis para manter nosso projeto de código aberto forte? Entre em contato com o QG do Moodle hoje.

Escreva um comentário